Polícia: direito à sindicalização?

Deputado Estadual Coronel Lee defendeu o direito dos policiais militares e civis continuarem a ter Licença Especial

“Vamos lutar até o fim para que os direitos dos policiais sejam cumpridos. Porque se não forem, vamos até as últimas consequências para que as forças policiais tenham também direito à sindicalização e a greve se necessário for”. As palavras fortes do Deputado Estadual Coronel Lee ecoaram na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná na tarde desta terça (8) e arrancou aplausos da multidão que acompanhava a sessão das galerias.

“Os policiais têm uma função à parte, senhores. Nós não temos FGTS, horas-extras ou qualquer outro beneficio que não seja a merecida Licença Especial, uma forma de compensação. Por isso é tão importante mantê-la e não tirá-la dos policiais”, reforçou.

O fim da Licença Especial foi votado ainda nesta terça, mas por força das 32 emendas , sendo que destas, nove são do Deputado Estadual Coronel Lee com os devidos apoiamentos de seus aliados, acabou voltando para a Comissão de Constituição e Justiça. O projeto até passou em primeira votação, com 39 votos a favor e 12 contra. Para que fosse aprovado de fato, precisaria de votação da maioria também em uma segunda votação, que estava prevista para uma extraordinária (uma reunião parlamentar convocada logo na sequência da sessão ordinária) ainda nesta terça. Foi nessa reunião, no entanto, que o texto recebeu 32 emendas que o obrigam a voltar à CCJ para análise de sua constitucionalidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: