Igreja Batista: história de amor e dedicação

A noite de terça-feira (18) marcou a homenagem dos 100 anos da Convenção Batista Paranaense, a atuação social dos pastores e dos seus membros em favor dos mais humildes. Na mesma ocasião, em solenidade na Assembleia Legislativa, os Correios lançaram um selo comemorativo do centenário da instituição, que marca a reunião de cerca de 400 igrejas e 50 mil pessoas.

A cerimônia lembrou o dia 10 de julho de 1919, quando cinco igrejas paranaenses e três catarinenses se uniram para formar a Convenção, foi um gesto de reconhecimento do Legislativo e do Executivo aos serviços prestados à sociedade.

“A igreja tem um papel fundamental em nossa sociedade”, destacou o Deputado Estadual Coronel Lee, presente na homenagem e membro da Igreja Batista da Vitória, em Cascavel-PR. “Aquele que busca Deus acima de tudo, tem uma vida melhor, tem princípio, valores, que hoje parecem tão caros em nossa sociedade”, continuou o parlamentar.

Homenagem

O pastor Geremias Corrêa Junior, presidente da instituição, disse que a CBP funciona como uma espécie de associação entre as igrejas, que permanecem autônomas, mas dentro de uma orientação voltada para o atendimento das comunidades. “As igrejas precisam ser relevantes nas cidades onde estão, atender as comunidades. Em Umuarama, fabricamos fraldas geriátricas para os idosos. Em Curitiba há um trabalho imenso contra a drogadição e no Litoral e em outras regiões trabalhamos na área esportiva com os jovens”, afirmou.

Helen Anne Butler Muralha, 94, filha do fundador da instituição, Guilherme Butler, também foi homenageada na Assembleia Legislativa. Segundo ela, antigamente a igreja olhava muito para si, mas hoje abraça a comunidade com sentido de levar os ensinamentos de Jesus Cristo. “Quando se é criança não se imagina o que o seu pai representa para as pessoas. Fiquei muito emocionada porque a homenagem reconhece a importância do trabalho, o que ele desenvolveu no Paraná”, afirmou.

Selo

O superintendente dos Correios no Paraná, Paulo Cezer Kremer dos Santos, também apresentou na cerimônia o selo comemorativo alusivo aos 100 anos da Convenção Batista Paranaense. Eles circularão nas correspondências das igrejas da denominação. A peça estampa o número 100 com elementos característicos do Estado, como a araucária e campos de plantação, além das formas da água, tradução visual do batismo Batista.

História

A história dos Batistas no Paraná começa com a primeira pregação do Evangelho feita por Samuel Pires de Melo, em setembro de 1902. Ele começou sua trajetória missionária em Santos (SP) e no começo do século 20 se mudou para Paranaguá.

Em 1910, Samuel procurou a Convenção Batista Nacional porque seu trabalho já congregava quatro igrejas litorâneas. Em 1919, essas comunidades paranaenses e três igrejas catarinenses se unem para formar a Convenção, que posteriormente viria a ser apenas do Paraná.

Segundo o pastor Nivaldo Aparecido Cavallari, 3° vice-presidente da CBP, o trabalho social começou na sua fundação, com milhões de pessoas atendidas ao longo do tempo. “Há relatos de que havia uma sala anexa na igreja em Paranaguá para uma escola para a população carente da cidade. Os estudos mostram que sempre houve na Convenção um olhar social e educacional. Ela nasceu assim”, explicou.

São cera de 400 igrejas em todo o Paraná. Na Grande Curitiba, cerca de 125 igrejas recebem apoio da Convenção para educação teológica por meio da Faculdade Batista e da Casa de Passagem para recuperação de dependentes químicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: